Principais Aplicações do Silicone

Têxtil

A indústria têxtil brasileira consome cerca de 1.700 toneladas/ano de silicone, equivalentes a 10% da produção nacional. O produto, que não provoca alergias na pele humana, é amplamente utilizado na fabricação de meias femininas e lingeries. Os elastômeros de silicone são usados como revestimento de certos tecidos técnicos usados em aplicações de alta tecnologia. O melhor exemplo disso é o "air-bag", projetado para inflar e proteger motoristas em caso de colisão.

O silicone reveste tanto tecidos para esteiras transportadoras de produtos industriais, ou gêneros alimentícios durante a produção, como malhas de vidro para revestimento de cabos.

Tecidos resistentes ao fogo também são revestidos com silicone, para assegurar proteção eficaz a equipamentos e pessoas expostas aos riscos do fogo, por exemplo, as forças armadas, bombeiros etc. Elastômeros de silicone, para contato com a pele, são usados para revestir peças femininas como meias, meias com punhos de renda, fechos de soutiens, cinta liga, etc.

Pelo tratamento de tecidos com óleos ou emulsões de óleos de silicone, podemos modular suas características quando utilizados para fins têxteis.

Roupas e barracas podem ser impermeabilizadas; tecidos podem tornar-se mais macios e sedosos, ideais para forração de casacos, trajes de neve, edredons etc.; não perdem seu volume e permanecem confortáveis e quentes. O silicone está presente no dia-a-dia de milhões de consumidores, na formulação de produtos tão variados como amaciantes de tecidos ou revestimento para meias femininas.

Suas propriedades de repelência à água, de antiespumante, de proporcionar toque suave e macio a tecidos os mais variados, de ser resistente a álcalis, estável sob altas temperaturas e alta lubricidade são ideais para a fabricação de produtos que geram conforto e segurança às pessoas e elevada vida útil para máquinas e equipamentos. Na indústria de linhas e fios suas características de resistência a elevadas temperaturas e alto poder lubrificante são fundamentais para a formulação de uma série de produtos que garantem maior produtividade permitindo rodar os equipamentos industriais a alta velocidade com o menor atrito possível.

 

Eletro-eletrônica

A indústria eletroeletrônica consome cerca de 10% de todo o silicone produzido no Brasil. O desenvolvimento da tecnologia permitiu a produção de peças e componentes eletrônicos cada vez menores e mais delicados, como circuitos impressos e conexões. O silicone serve principalmente como proteção destes componentes, através do preenchimento e encapsulamento transparente, sob a forma de resinas como verniz protetor, gel e elastômeros monocomponentes. Assim, pode-se evitar o desgaste e o atrito das peças, circuitos e conexões, aumentando a vida útil do equipamento. Os silicones desempenham um papel importante na proteção e no isolamento de equipamentos eletrotécnicos. Os óleos são usados como fluídos dielétricos para dissipar o calor produzido dentro de transformadores e para isolá-los.

Pastas de silicone protegem os isoladores das linhas de transmissão de alta tensão contra incrustações.

Os elastômeros de silicone curados a quente, revestem os cabos de força e os chicotes do sistema de ignição. São também usados para produção de conectores de alto desempenho e autolubrificantes para terminais de cabos de transmissão eletrônica na indústria automobilística.

Os elastômeros de silicone vulcanizados a temperatura ambiente são usados para preencher diversas peças. Bons isolamentos são feitos com malhas de vidro e placas impregnadas com resinas de silicone. Os conectores de cabos de alta tensão precisam ter uma voltagem de ruptura elevada para evitar curtos-circuitos.

Os elastômeros curados a quente e os curados a temperatura ambiente, com alta capacidade dielétrica, são materiais ideais para produzir estas conexões. Quanto aos isoladores.

Fonte: ABIQUIM

 

Alimentos

Moldes de confeitaria, bandejas de gelo, máquinas automáticas de servir bebidas e bicos de mamadeira são algumas das inúmeras peças feitas de elastômeros de silicones para aplicações de contato com alimentos. Algumas características são essenciais, tais como ser inerte, atóxica, resistente, transparente e incapaz de alterar o sabor do alimento.

 

Ecologia

A capacidade antiaderente do silicone assume características ecológicas na proteção de cascos de barcos contra incrustações de organismos vegetais e animais que vivem na água.

Para resolver esse problema, o silicone alia suas características atóxicas às suas propriedades de antiaderência e de resistência em ambientes úmidos. Assim, impede os organismos aquáticos de aderirem ao casco sem envenená-los e apresenta grande durabilidade. Nos EUA e Europa, a indústria de pneus já utiliza silicone para fabricar os chamados pneus ecológicos ("green tire"), que são mais resistentes e provocam menos atrito com o solo sem prejudicar a segurança dos veículos.

Na indústria aeronáutica e aeroespacial, é importante composto na fabricação de fios e cabos. Enquanto a borracha comum resiste a temperaturas de até 150ºC, o silicone pode suportar até 400ºC sem perder suas propriedades.

 

Construção Civil

No segmento da construção civil, o silicone pode ser aplicado em três linhas básicas: selantes, hidrofugantes e aditivos.

O selante de silicone é utilizado em vedações de caixilhos, de peças sanitárias, rejunte de pias, de box, de banheiras, de azulejo, de piso, de pias de cozinha e de juntas de dilatação.

Quanto à função hidrofugante, o silicone é usado na proteção de tijolos, concreto, telhas, rejuntes e pedras naturais, impedindo a absorção de água e permitindo a saída de vapores. Como aditivo de tintas, o silicone funciona como ligante, reforçando a estrutura molecular, aumentando a aderência da tinta e agindo como antiespumante, evitando a formação de "bolhas" durante a aplicação.

Onde Estamos?

Silicoflex Indústria e Artefatos de Silicone

Rua: Pirapitingui, 35 - Vila Vivaldi

São Bernardo do Campo - SP - Brasil

Cep: 09616-060

Tel: 11 - 4317 - 7006 / 2758 - 3950

silicoflex@silicoflex.com.br

Impactos

Conheça os impactos positivos do silicone e inicie seu processo de mudança.
Respeito ao meio ambiente começa na produção.